Quanto tempo para passar em concurso público: 4 variáveis que afetam o cronograma

Se tem uma dúvida famosa no mundo dos concursos é: “quanto tempo para passar em concurso público?”. Afinal de contas, o que todo mundo deseja é ser aprovado logo e ter a carreira – e a estabilidade – que sempre sonhou.

Não queremos jogar um balde de água fria na sua cabeça, mas podemos afirmar que ser aprovado em um concurso público é, na maioria das vezes, um projeto de médio a longo prazo.

Isso porque a resposta para “quanto tempo para passar em concurso público” irá depender de diferentes parâmetros, como:

  • o nível inicial de preparação;
  • a dificuldade do concurso;
  • a facilidade de aprendizagem do candidato;
  • a disponibilidade de tempo para estudo;
  • a data do concurso;
  • o estabelecimento ou não de metas de estudo para concursos realistas.

Além disso, mesmo com todos esses pontos em dia, há outros aspectos que podem, ainda, retardar sua preparação:

Dessa forma, escolher estudar para concursos públicos é uma decisão que deve ser tomada de cabeça fria e com a consciência de que é um projeto complexo.

Pensando nisso, preparei este artigo para discutir quanto tempo demora para passar em concurso público. Continue a leitura!

Quanto tempo para passar em concurso público? Dicas para se preparar melhor (e mais rápido)

Se você realmente quer saber quanto tempo demora para passar em concurso público é porque está com alguma pressa, ou porque esse tempo pode ser determinante para você começar a se organizar para estudar para concurso. Então, vamos direto às dicas e previsões!

1. Pare de perguntar quanto tempo leva para passar em concurso público

Eu posso afirmar, com toda certeza, que, depois de “qual é o seu nome?”, a pergunta que mais ouvi foi “quanto tempo demora para passar em concurso público?” ou então “quantas horas preciso estudar por dia para passar?”.

Assim sendo, se você está ansioso pela aprovação antes mesmo de começar a estudar, o meu conselho é: não pense que ela virá a curto prazo.

Para concursos públicos, não existe um período de tempo exato para ser aprovado. Então não faça mais essa pergunta que, aos meus olhos e de muitos concursados, soa como uma postura preguiçosa.

No entanto, é claro que seu sonho será alcançado mais facilmente se você estudar da forma correta.

2. Quais são as variáveis que podem influenciar no tempo até a aprovação?

Aliada à pergunta de quanto tempo para passar em concurso público, está a questão sobre quantas horas de estudo são necessárias por dia.

Entenda que o sua rotina de estudo é influenciada por diferentes aspectos, logo, é necessário avaliar se:

É claro que quanto mais horas você estuda, há uma tendência a ser aprovado mais rapidamente. Mas isso não é garantia.

Você precisa, acima de tudo, ter um plano de estudo para concurso público, que seja otimizado, organizado e qualificado.

Assim sendo, regra geral, para ser aprovado em um concurso muito concorrido é necessário, pelo menos, manter 30 horas semanais de estudo.

Contudo, as horas devem ser qualificadas, ou seja, com materiais bons e direcionados para concursos, com estudo otimizado em ciclos e com metas e mais.

Não sabe o que é estudo em ciclos? Acesse o artigo; Ciclos de estudos para concursos públicos: entenda o conceito e descubra como a metodologia pode aumentar sua produtividade nos estudos.

3. Não consigo estudar 30h/semana. E agora?

Muita gente me pergunta se dá para estudar para concurso e trabalhar?

Se você pretende prestar concursos muito concorridos da área Fiscal, de Controle, Policial, Jurídica e mais, é necessário ter muita dedicação.

Mas, se por fatores financeiros, familiares e outros, você não consegue ter toda essa dedicação agora, já pensou em fazer um concurso escada?

Concurso escada é o nome dado a um concurso intermediário, menos concorrido, a ser feito antes daquele que você realmente deseja ser aprovado.

Esse tipo de concurso pode ter uma jornada de trabalho reduzida, de 6 ou 7 horas diárias, o que possibilita o candidato ter mais tempo de estudo.

Além disso, gera uma renda que vai custear livros, cursos e despesas pessoais enquanto você estiver estudando.

Isso ajuda a diminuir a pressão familiar pelos resultados, é possível ter tranquilidade para estudar enquanto as contas são pagas sem nenhum sufoco e, é claro, você tem verba disponível para investir em bons materiais.

Dessa forma, se você tem menos horas de estudo disponíveis semanalmente, o concurso escada pode ser a solução para te oferecer mais horas e tranquilidade para que você possa perseguir seu sonho grande.

Se o concurso não aparecer, naturalmente o tempo de estudo será maior.

Vale lembrar também que não é incomum ver casos de pessoas que levaram três, quatro anos para serem aprovadas em um concurso.

Mas, muitas vezes, não significa que a pessoa foi reprovada durante todo esse tempo. Às vezes, a prova tão sonhada por ela demorou mais tempo a ter edital lançado e ser realizada.

Para se ter uma ideia, concursos para Auditor-Fiscal da Receita Federal não ocorrem desde 2014. Para Analista-Tributário, desde 2012.

Assim sendo, é necessário relativizar; quando falamos sobre quanto tempo para passar em concurso público, tratamos de quanto tempo é necessário para ficar bem preparado para encarar uma prova.

Lembre que concursos não são como provas de autoescola, do Detran, que tem prova toda semana. Além de garantir a sua preparação, ele precisa ser aprovado, ter vagas, ter banca definida e edital lançado.

4. A sua base poderá influenciar o seu tempo de aprovação

Se você tem o histórico de estudar bastante, provavelmente levará menos tempo para ser aprovado.

Esse é o caso de pessoas que estudaram Engenharias, Medicina, Odontologia, cursos de Exatas e outras carreiras muito complexas, sobretudo em universidades públicas.

Essas pessoas, na maioria das vezes, estão acostumadas a manter um elevado ritmo de estudos desde o pré-vestibular e mantiveram essa postura durante a graduação.

Além disso, ter uma base bem consolidada em disciplinas como Português para concursos e Exatas, costuma ser um diferencial para qualquer área de estudo para concursos.

Assim sendo, se você tem uma base de formação e/ou de ritmo de estudos, já tem disciplina o suficiente para encarar uma preparação para concursos públicos.

Além disso, é importante ressaltar que de nada adianta enfrentar uma disciplina complexa se você não tem base.

Como assim, Alexandre? Simples! Não vá tentar estudar Matemática Financeira, por exemplo, se você tem muitas dúvidas ou se lembra pouco de Matemática Básica.

É importante ressaltar que, no entanto, você não deve desistir de prestar concursos caso não tenha uma formação na área.

Por exemplo, para ser aprovado em um concurso na área fiscal você não precisa, obrigatoriamente, ser formado em Administração, Economia ou Contabilidade.

Se você tem um diploma de ensino superior, isso basta para você começar a buscar sua aprovação.

Dessa forma, se você estudou pouco durante a faculdade ou não teve contato com as disciplinas, é só correr em busca do aprendizado. Isso, obviamente, poderá te render mais alguns meses de estudo.

Em suma, não há resposta certa para quanto tempo para passar em concurso público.

O sucesso é a combinação de disciplina, disponibilidade de tempo, base e empenho. Só depende da sua obstinação!

Mas, se não há um tempo definido para a sua aprovação, existem métodos que ajudam a encurtar bastante o período de preparação, aumentando sua produtividade e tornando mais curto o caminho. Como? Por exemplo, participando da Liga da Aprovação, onde você, além de participar da minha mentoria, terá acesso ao meu curso especial, a tira dúvidas individual, descontos em vários parceiros, e muito mais.

A Liga oferece o mais completo treinamento de como estudar para concursos existentes no mercado. Diferentemente de um coaching para concursos, nossa mentoria permite que cada aluno desenvolva seus estudos de maneira única e personalizada.

Venha dar uma olhada na infinidade de vantagens que você terá sendo um aluno da LIGA DA APROVAÇÃO. Se você ainda tem dúvidas, faça o teste. A Liga é tão boa que nós oferecemos um período de garantia incondicional: se você não gostar nós devolvemos seu dinheiro sem burocracia!

Um abraço, Alexandre Meirelles.

assine a nossa newsletter

Dúvidas ou comentários? Escreva no campo de “comentários” logo abaixo. Além disso, fique à vontade para compartilhar este artigo nas redes sociais:

Metas de estudo para concurso: como defini-las da melhor maneira?

O ano de 2019 já começou e, para muitos concurseiros, é tempo de recomeçar e batalhar muito pela tão sonhada aprovação. Para não perder tempo, a melhor alternativa é definir metas de estudo para concurso.

Um estudo de qualidade é aquele que é disciplinado, repleto de bons materiais mas, sobretudo, eficiente e organizado.

Nesse sentido, as metas direcionam os estudos, de forma a facilitar o cumprimento dos editais e, é claro, garantir que o tempo seja muito bem aproveitado.

Em suma, as metas de estudo para concurso são pequenos passos que precisamos trilhar para alcançar o nosso objetivo.

Assim sendo, elas são muito importantes para orientar sobre o que é necessário fazer para conquistar o sucesso desejado.

Além disso, é importante ressaltar que, com metas menores, como diárias e semanais, é possível ter mais fôlego para seguir em frente. Assim, somando pequenos esforços, é possível cumprir sua meta maior.

Se você quer começar o ano com o pé direito e, daqui a alguns meses, ver seu nome publicado no Diário Oficial, continue a leitura. Vou te ajudar a definir metas de estudo para concurso!

Antes de definir as metas, estude em ciclos

Primeiramente, para definir metas de estudo para concurso, é fundamental que você estude por meio de ciclos.

Mas como fazer isso, Alex? Entre os artigos mais lidos aqui no Método de Estudo, está o Ciclo de Estudos para Concursos Públicosparte conceitual e parte prática. Dessa maneira, antes de tudo, recomendo a leitura desses artigos.

Vale ressaltar que, estudando por meio de ciclos, você terá os seguintes benefícios:

  • Você verá várias disciplinas por dia, evitando ficar dias e dias só olhando uma ou duas e esquecendo todas as outras;
  • Será obrigado a estudar as disciplinas que não gosta ou as que sabe menos, evitando o tradicional erro de só estudar o que gosta mais ou o que sabe mais. Garanto que 99% das chances de você ser eliminado em uma prova será em disciplinas que não gosta, e não nas que gosta;
  • Reduz bastante o esquecimento, porque o mantém em contato com várias disciplinas de seu concurso de poucos em poucos dias;
  • Aumenta sua motivação ao ver que está “rodando” mais rapidamente seu ciclo, ou ao menos aumentará sua cobrança pessoal em fazer isso. Lembre-se: não existe sucesso se você não se cobrar o tempo todo, desde que seja uma cobrança sadia, claro;
  • O cérebro está sempre “fresco” para receber novas formas de raciocínio ao mudar as disciplinas de poucas em poucas horas ou minutos;
  • Por último, o principal para mim: ele que se adapta a sua rotina e não o contrário, como no uso dos quadros de horário.

Definindo as suas metas de estudo para concurso

Inicialmente, vou orientar a construção de uma meta de estudo para um período de três meses, pelo menos. Vale ressaltar que o contexto é a preparação pré-edital.

Pensando nisso, considere os seguintes aspectos para definir as suas metas:

1. Você tem ideia de quantos minutos demora por página de um material?

O primeiro passo é mensurar quanto tempo você demora por página de conteúdo que você lê.

Anote o tempo que você levou para estudar determinado material e divida pelo número de páginas. Assim, você passa a ter a média de minutos/página.

Mas, é claro que esse valor irá variar de acordo com:

  • a disciplina;
  • a complexidade do assunto;
  • o material;
  • tamanho da letra;
  • e mais.

Jamais sente para estudar “a Deus dará”, entenda a sua média de tempo de estudo. Meça os minutos/página de três a quatro vezes, para ter um valor mais certo.

2. Tenha uma expectativa de horas a serem estudadas por trimestre/semestre

Sua meta de horas de estudo diárias deve ser realista, de acordo com o que você realmente é capaz de estudar.

Para definir a estimativa de horas por dia e, depois, por semana, mês e trimestre, primeiro trace seus compromissos diários para já subtrair essas horas.

Isso deve incluir consultas médicas, tempo dedicado aos filhos, aos exercícios físicos, se você descansa aos sábados e aos domingos.

Dessa forma, some o número de horas dedicadas aos estudos no período determinado e tenha o número de horas que você acredita que será capaz de estudar por trimestre, como no nosso exemplo.

Vamos supor que você definiu que irá estudar 300 HBCs até o final de março. Vamos supor também que você fez um ciclo de estudos de 20 horas de duração. Isso significa que, até o fim de março, você precisa dar 15 rodadas no seu ciclo.

Assim, se, no seu ciclo, você estuda 2 horas de português, ao final de 15 rodadas, no fim do trimestre, você terá estudado 30 horas de português. Faça essa estimativa por horas de cada disciplina!

Com a média de horas por disciplina por trimestre, você consegue dividir pela média de minutos/página e ter a ideia de quantas páginas irá estudar até o final do período definido.

3. Seja realista

Você não pode ser muito “romântico” e acreditar que por que o ano é novo que seu ritmo mudou, que você lerá todos os livros e assistirá a todos os cursos até o final do mês.

Tenha uma noção exata do tempo de estudo que você aguenta diariamente, para que as suas metas de estudo para concurso sejam, sobretudo, realistas!

Se você calculou que leva, por exemplo, 5 minutos por página de Português, em uma hora irá estudar 12 páginas.

Se, no seu ciclo, for estudar 30 horas de Português até o fim do período estabelecido, terá 360 páginas estudadas até o fim do prazo definido.

Dessa forma, tendo ideia do que você é capaz de cumprir, é possível se desafiar e pensar em o que mais poderá fazer se atingir sua meta.

O que uma meta precisa ter?

Quer saber se você definiu, de fato, uma boa meta? Assim, é só avaliar se a sua meta:

  • Tem o que você irá fazer;
  • Tem até quando você irá fazer;
  • Tem prazo em que você irá fazer;
  • Se é realista;
  • Se é mensurável.

Verifique sempre se você está adiantado ou atrasado, a fim de garantir que você cumpra o número de horas prometidas.

Em suma, toda e qualquer meta da sua vida deve ser quantificada e mensurável dentro de um espaço de tempo. Se não, elas irão se tratar apenas de desejos vazios!

Portanto, verifique se você está demorando mais tempo do que o mensurado inicialmente e, qualquer coisa, recalcule suas rotas.

As metas de estudo para concurso também servem, sobretudo, para você se desafiar. Com elas, você irá deixar de lado as distrações, desculpas e garantir o cumprimento do que foi estabelecido.

Por fim, tenha foco! Lembre-se de que você que controla os seus estudos e não os seus estudos que controlam você!

Um abraço, Alexandre Meirelles.

assine a nossa newsletter

Dúvidas ou comentários? Escreva no campo de “comentários” logo abaixo. Além disso, fique à vontade para compartilhar este artigo nas redes sociais: