Estudo para concurso público e redes sociais: como conciliar?

Olá, concursandos e concursandas! Estudo para concurso público e redes sociais são passíveis de conciliação? Hoje é inegável a presença e a importância dos smartphones e das redes sociais. No entanto, essa tecnologia tão disponível pode ser uma vilã para a concentração nos estudos. São diversas informações na palma das mãos e, caso você não tenha disciplina, facilmente irá perder o foco! Pensando nisso, preparei este artigo para mostrar como você pode usar as redes sociais a seu favor.

Os smartphones se popularizaram e, aos poucos, se tornaram verdadeiras extensões das pessoas, estando o tempo todo nas nossas mãos, bolsos e mesas. Esses pequenos dispositivos oferecem acesso instantâneo às redes sociais, que são fonte de muito conteúdo, mas sobretudo de distrações

A verdade é que o problema não está exatamente nas redes sociais, mas na incapacidade dos concurseiros de lidar com essas mídias de maneira saudável.

Se você está deixando essas ferramentas atrapalharem o seu progresso nos estudos, é hora de rever os hábitos em relação a essas mídias!

Conciliar estudo para concurso público e redes sociais exige disciplina

Quando o assunto é estudo para concurso público e redes sociais, entenda que o seu melhor fiscal será você mesmo!

Você deve fazer uma autoanálise e concluir se você está perdendo seu valioso tempo em redes sociais em detrimento dos seus estudos.

No universo dos vestibulares, muitos jovens não estão poupando esforços quando o assunto é eliminar as distrações! Apagar as redes sociais como o Facebook, Whatsapp e Twitter é a alternativa escolhida para aumentar a concentração e, assim, conquistar uma vaga nas federais.

Mas então deletar as redes sociais é o único caminho para fugir das distrações, Alexandre? Não! Há outras opções. Vou te dar dicas de como utilizar essas mídias adequadamente.

1. Tenha um perfil voltado para concursos

A primeira dica que eu dou para você conciliar estudo para concurso público e redes sociais é segmentar bem a função do seu perfil nas redes sociais.

Se eu fosse concurseiro ainda hoje, criaria um perfil fake para utilizá-lo apenas para assuntos voltados aos concursos públicos.

Mas por que fazer isso, Alexandre? Qual o problema com o meu perfil pessoal? A questão é que, nas contas pessoais, você possui diversas conexões com familiares e amigos, que podem vir a, involuntariamente, afetar a sua concentração e gerar dúvidas quanto aos seus objetivos.

Além disso, você sabia que 33% dos profissionais acreditam que as redes sociais influenciam seleções?

Isso porque a checagem de informações em perfis nas redes sociais é algo cada vez mais comum em processos seletivos, o que leva os profissionais a estarem mais atentos ao que postam nesses canais. E ter um perfil cheio de posts sobre concursos poderá prejudicar seu atual ou futuro trabalho.

Dessa forma, é vital ficar atento à qualidade e ao teor das informações, imagens e conteúdo replicados por você nas suas contas pessoais.

2. Filtre os grupos de discussão

Participar de grupos de discussão no Facebook sobre concursos pode ser produtivo, desde que você participe dos grupos certos.

Não se inscreva em todos os grupos de discussão de concursos, pois o exagero pode levar à perda de tempo.

Imagine que você já está em um estágio avançado de dedicação e métodos de estudos. De repente, se depara com uma publicação de um iniciante, que questiona os colegas de grupo sobre como organizar a rotina de estudos.

Você certamente já estará cansado de saber como lidar com a rotina de concurseiro e uma discussão como essa pode tomar o seu tempo de estudos e de descanso.

A dica que eu dou é: inscreva-se em um ou dois grupos voltados para concursos específicos da sua área.

Além disso, vale a pena seguir algumas das principais páginas de conteúdo para concursos – você já segue o Método de Estudos no Facebook? Não perca tempo!

Também busque ter atenção às páginas de sites que divulgam editais, aulas online, novas leis e mais. Essas são fontes de conteúdo rico também para as horas extras ao tempo dedicado aos estudos.

3. Participe das redes mais produtivas

Uma rede social que considero pouco indicada para concurseiros é o Instagram. Essa é uma mídia que privilegia conteúdos visuais e, em geral, de pouca duração.

Dessa forma, o Instagram não é a melhor rede social para concurseiros. Garanto que a maioria dos concurseiros que estão usando esse mídia estão perdendo tempo com bobagens!

4. Apague, oculte ou desative aplicativos

Se você é viciado em pegar o celular toda hora para conferir o feed de notícias do Facebook, te dou uma dica baseada em experiência própria: há dois anos eu deletei o aplicativo do meu celular e isso melhorou a minha produtividade.

Deixei apenas o Messenger para responder a eventuais mensagens. Essa alternativa acaba com o vício de pegar o celular toda hora e conferir as novidades.

Outra boa alternativa é desativar as notificações de aplicativos de mensagens instantâneas, como o Whatsapp, e reservar um horário do dia apenas para conferir os recados recebidos.

5. Utilize fóruns com sabedoria

Os fóruns de discussão parecem ser a melhor opção para trocar experiências com outros concurseiros. No entanto, é preciso filtrar as discussões absorvidas nessas mídias.

Em muitos fóruns costumam ocorrer muitas discussões improdutivas. E, ao se envolver em uma discussão na internet, possivelmente você perderá a tranquilidade, o que afetará a qualidade dos seus estudos.

É claro que existem fóruns sérios, com discussões ricas. Portanto, analise as discussões, escolha participar daquelas que lhe são úteis e, sobretudo, fuja de debates sobre boatos.

Estudo para concurso público e redes sociais é uma associação positiva para a preparação para provas, desde que seja feita com sabedoria.

Tenho certeza que a maioria dos concurseiros estão mais se atrapalhando com redes sociais do que realmente recebendo ajuda dessas plataformas. Portanto, fique atento!

Faça uma boa triagem das suas redes sociais e siga essas dicas! Lembre-se que você fez uma escolha muito séria que é estudar para concursos. Por isso, tome cuidado com artifícios que roubam a sua concentração na hora de estudar.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

You have Successfully Subscribed!

Dúvidas ou comentários? Escreva no campo de “comentários” logo abaixo. Fique à vontade para compartilhar este artigo nas redes sociais:

5 respostas
  1. Thereza says:

    Dicas perfeitas!

    A maioria dos perfis que se dizem ser “voltados para concursos” só trazem fotos de papelarias, stabillos e outras bobagens…

    Um grupo no face que eu faço parte e super indico para os concursandos da área fiscal é o Grupo do Diego Degrazia. Ali só rolam discussões para somar!

    Responder
  2. Allyson Fernandes says:

    Eu adorei as dicas, assim que assisti ao vídeo eu desinstalei o Facebook e também desativei as notificações, eu percebi que estava me distraindo demais com estes apps. Muito obrigado Alexandre Meirelles.

    Responder
  3. Jessyca says:

    Eu tentei ser menos radical no começo deletando os apps do celular, por exemplo. Mas eu mesma me traía usando o safari/chrome pra entrar no facebook e instagram. Perdia muito tempo – não só dos estudos, mas da vida. Tive mesmo que deletar as contas e hoje eu vejo quanto tempo eu tenho disponível pra coisas importantes. Parece um relato dos AA.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *