Método de Estudo virou Estudaqui!


Todos os artigos e materiais da Método de Estudo serão migrados para o estudaqui.com


Quem ganha com isso é você!

ENTENDA AS VANTAGENS
Como Estudar Para Concursos

Existe uma formação ideal para prestar concursos fiscais?

A aprovação em concursos da área fiscal é o desejo de muitos brasileiros. Além de concorridos, os maiores certames não ocorrem desde 2014, o que só aumenta a ansiedade dos concurseiros. Pensando em estar preparado para a oportunidade, é comum que o concursando tenha dúvida se há formação ideal para prestar concursos fiscais e se é válido tentar uma nova graduação.

Dessa forma, muitos concursandos me questionam se existe um curso superior que oferece mais base para concursos fiscais.

Contabilidade e Direito são as alternativas cotadas por aqueles que desejam passar em concurso e ingressar em cargos públicos da área fiscal.

No entanto, reforço que, independente do curso superior que você tenha, alcançar a aprovação é questão de disciplina e dedicação ao seu tempo de estudo.

Neste artigo, vou desmistificar a ideia de que há uma formação ideal para prestar concursos fiscais. Continue a leitura!

Não tenho curso superior e quero prestar concursos fiscais: e agora?

Se você ainda não possui uma graduação e com certeza deseja prestar concursos fiscais e não trabalhar na iniciativa privada, o meu conselho é não se matricular em um curso extenso, mas recorrer a modalidades mais fáceis e rápidas.

Você não precisa cursar cinco anos de Contabilidade ou Direito para estar apto para prestar concursos fiscais.

Entretanto, se você ainda tem dúvidas sobre a área para a qual deseja se preparar, é preciso que você entenda cada uma, o perfil dos profissionais e quais os concursos que podem aparecer ao longo da sua caminhada.

Escolher uma área apenas porque a remuneração é boa, mas a vaga não tem nada a ver com o seu perfil, pode ser um tiro no pé a longo prazo.

No curso Pilares da Aprovação oferecemos um módulo exclusivo para apresentar cada uma das áreas disponíveis, além da Fiscal, você aprenderá mais sobre os concursos de Tribunais, Policiais, Bancários, Controle e Gestão e mais.

O curso também oferece módulos com estratégias para melhor gestão de tempo, organização de ambiente e outros assuntos que podem facilitar seu caminho rumo à nomeação.

Mas, voltando a falar sobre a formação ideal para prestar concursos fiscais, a maioria dos certames da área aceitam diploma em qualquer curso de formação, inclusive em tecnólogo, modalidade com cerca de dois anos de duração.

Portanto, se você não tem curso superior e procura uma formação ideal para prestar concursos fiscais, escolha a modalidade tecnólogo.

Os cursos tecnólogos são mais baratos se comparados a outros cursos superiores e contam muitas especialidades disponíveis para ensino à distância.

O curso escolhido, é claro, deve ser reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Dessa forma, rapidamente você estará formado e estudando para os certames desejados.

Algumas formações oferecem base, mas nunca são limitantes para a aprovação

Outro questionamento recorrente entre concursandos da área fiscal é se formações como Direito e Contabilidade representam uma vantagem diante da concorrência.

É claro que um contador por formação terá um pouco mais de facilidade para lidar com algumas disciplinas da área fiscal, como a própria Contabilidade, do que um graduado em Botânica, por exemplo.

Afinal, este concurseiro já terá tido contato anterior com a disciplina e, por isso, poderá absorver o conteúdo rapidamente.

Diante desse fato, surge um novo questionamento: por que então vou gastar meu tempo com o curso tecnólogo? Não é melhor cursar Direito ou Ciências Contábeis?

Não, meu amigo. É muito mais vantajoso você ter qualquer formação e manter uma rotina disciplinada de estudos do que dispensar cinco anos em uma graduação.

As vantagens de um concursado formado em Contabilidade são pequenas! É uma diferença que rapidamente deixa de existir se você estudar muito, a partir de bons materiais, tempo de estudo e as ferramentas certas. O curso Jornada da Aprovação é gratuito e apresenta tópicos fundamentais, como estes que citei aqui. Além de desmistificar a ideia de que só gênios são aprovados em concursos, também listamos:

  • pontos chave para a passar no concurso;
  • ferramentas que ajudam a otimizar seu tempo e mais.

Você vai ter custo zero e mais algumas pedras tiradas do caminho.

Muitos concursandos que já possuem formação em um curso superior também acreditam ser interessante cursar Contabilidade ou Direito, por exemplo, enquanto estudam para o certame.

Essa escolha é uma verdadeira sabotagem. Se você já tem um curso superior, não dedique seu tempo de estudos com outra graduação. Estude, exclusivamente, para o certame desejado.

Não é necessário fazer outrocurso superior, curso de línguas e muito menos pós-graduação para ser aprovado no concurso desejado!

Explico mais sobre este assunto neste vídeo. Assista!

Não existe formação ideal para prestar concursos fiscais, mas sim a dedicação correta

Contabilidade, Direito e Engenharias saem um pouco na frente em termos de base, mas você é capaz de superar essa vantagem com muito estudo e dedicação.

No entanto, o elevado índice de aprovações de candidatos formados nessas áreas deve-se ao costume de estudar com disciplina e não necessariamente pela formação.

Para você ter uma ideia, quando fui aprovado para o cargo de Auditor-Fiscal da Receita Federal em 2005, o quinto curso que mais aprovou no certame foi Odontologia.

Mas, o que levou um curso tão distinto da área fiscal registrar tantas aprovações? O nível de estudo dos candidatos.

Odontologia, por exemplo, é uma graduação que exige uma intensa jornada de estudos, logo, os formados nessa área têm costume de criar uma rotina de estudos com disciplina.

Dessa situação, entende-se que a graduação não influencia tanto na aprovação, mas sim seu compromisso e facilidade de se organizar para estudar para concurso.

Portanto, não ingresse em uma nova graduação que você acredita que tenha ligação com a área fiscal.

Concursos para Auditor-Fiscal da Receita Federal, por exemplo, não acontecem desde 2014. Logo, se você perde tempo buscando se formar em uma nova graduação, você corre o risco de perder o edital dos sonhos e ter que esperar por anos para que o certame ocorra novamente!

Não existe formação ideal para prestar concursos fiscais, mas sim concursandos com curso superior que estudam muito e o quanto antes.

Se você quer ganhar alguma vantagem nesse desafio que é se preparar para concursos, uma opção é contar com uma mentoria especializada.

Os programas de mentoria da Liga da Aprovação irão prepará-lo em alto nível para todos os concursos que você está planejando estudar. O objetivo é garantir sua aprovação o mais rápido possível.

A Liga da Aprovação é a mentoria para concurseiros aqui do Método de Estudo e reúne diversos benefícios:

  • Seis meses de mentoria comigo;
  • Atividades ao final de cada módulo;
  • Descontos nos serviços de nossos parceiros e professores,
  • Tira-dúvidas individualizado e muito mais.

Se você deseja fazer parte da Liga da Aprovação Área Fiscal e de Controle é só se inscrever e se dedicar.

Resumindo, se você não tem curso superior, procure a formação mais rápida possível. Se tem, é com o diploma que está em sua mãos é que você se tornará fiscal.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Se você tiver dúvidas ou comentários, escreva no campo de “comentários” logo abaixo. Além disso, fique à vontade para compartilhar este artigo nas redes sociais:

Respostas

  • Sou formada em Administração. Gostaria de saber se a pessoa escolhe o cargo pela afinidade das matérias tbm? Pq pretendo fazer SEFAZ CE , a dúvida era se para o cargo de Auditor (vantagem: bem mais vagas) ou Analista Financeiro contábil. Qual aconselharia? O que devo levar em conta?

    • Samia, cada um escolhe conforme o q achar melhor pra si, pode ser pelo salário, onde morar, no que trabalhar, mais fácil de passar...Abs, Alex
  • Boa tarde prof.
    Minha graduação foi tecnólogo (RH) e estudo para os fiscos estaduais. Porém, meu maior interesse são os fiscos de SP e RJ, mas me deparei com a lei municipal da carreira exigindo diploma de curso superior de graduação, bacharelado ou licenciatura, e veio assim no último edital do ISS SP. Será que minha formação de tecnólogo vai servir??

  • Olá,gostei pelas dicas. Queria saber se quem é formado de Letras Libras sera aceito? E será aceito se alguém está perto de formar, faltando 1 ano?

    • Luíza, só pode tomar posse se já estiver formada. Sua formação é aceita em quase todos os fiscos. Abs, Alex
  • Sou tecnóloga em processos gerenciais e fico na dúvida em qual carreira trilhar. Já que os editais não especificam vagas para essa formação. Me dê dê dicas de como proceder.

    • Obrigado pelo comentário, Rosana.
      Sugiro que veja este vídeo do nosso canal sobre esse tema, de repente poderá ajudá-la:  https://www.youtube.com/watch?v=6OsaWcfApVg
      Não deixe de acompanhar nossas próximas dicas aqui no blog e em nosso canal no Youtube também.
      Abraços e bons estudos!!!

  • Alexandre, tenho ensino superior em logística, e gostaria de entrar na área de concursos públicos, no entanto, não sei ao certo quais são os cargos, a qual posso me candidatar! Você poderia citar alguns por alto, só para eu ter uma noção do caminho que posso trilhar!

    • Libânia, quase todos os fiscais, área de controle, analista judiciário de área geral etc. Abs, Alex
  • Alexandre, tenho ensino superior em logística, e gostaria de entrar na área de concursos públicos, no entanto, não sei ao certo quais são os cargos, a qual posso me candidatar! Você poderia citar alguns por alto, só para eu ter uma noção do caminho que posso trilhar!

  • Você tem dicas de como iniciar para o concurso de AFRFB? Sou iniciante e procuro matérias bons. Estou me organizando para ter bastante tempo para os estudos. Sei que a jornada é longa mas acredito que vale a pena.

    • Obrigado pelo comentário, Caio.
      Temos em nosso canal no Youtube muitos conteúdos e dicas para os concursos fiscais, inclusive os da RFB.
      Não se esqueça de realizar a inscrição e ativar as notificações para ser avisado sempre que um vídeo novo for postado ;)
      Abraços e bons estudos!!!

  • Oi, estou interessado na carreira, estou terminado a graduação em ciências sociais. Fiquei sabendo que alguns lugares exigem graduações específicas, mas a minha graduação, nesses lugares, não é aceito. Eu queria saber se eu fizesse uma especialização de ensino superior na área de economia ou administração eu poderia concorrer nessas regiões?

  • Olá, muito boa a explicações. Não tenho nível superior e gostaria de iniciar um curso superior de tecnólogo. Teria alguma dica de quais cursos seriam melhor para aproveitamento de matéria ou para se ambientar com o que será cobrado na área fiscal?

    • Julio,
      veja o mais barato e rápido rs.
      se houver mais de um, veja algo como administracao pública, por ex.
      Abs, Alex
  • Olá meu nome é Meire , gostaria de saber se quem fez faculdade de tecnologo em radiologia pode fazer o concurso da Receita federal , um grande abraço.

    • Meire, pode sim, é o que expliquei no vídeo.
      Abs, Alex
  • Alguém pode tirar minha dúvida se curso superior tecnólogo realmente é aceito para prestar concursos fiscais? É que li em outros lugares que não é aceito mas aqui diz que é.

    • Olá, Alexandre, tudo bem?
      Para a maioria dos concursos fiscais ele será aceito sim ;)
      Abraços e bons estudos!!!

  • Nossa,como você me ajudou, me esclareceu! muito obrigada!

    • Que bom que gostou, Thais!
      Agradecemos o seu comentário e desejamos muito sucesso em sua preparação =)
      Não deixe de acompanhar nossos próximos conteúdos, esperamos que contribuam para sua aprovação.
      Abraços e bons estudos!!!

  • Olá, meu nome é Addan Fernandes, e gostaria de saber se quem faz o curso bacharel em Gestão Pública(administração pública) pode prestar concurso para Auditor fiscal estadual ? Ou analista fiscal.

    • Olá, Addan, tudo bem?
      Alguns concursos da área fiscal possuem como requisito curso superior em área específica.
      Sugiro que veja no edital desejado os requisitos exigidos ;)
      Abraços e bons estudos!!!

  • Obrigado pelo esclarecimento. Sou aluno de licenciatura em matemática e estava para mudar o curso para Administração de Empresas. Com seu esclarecimento confesso que estou mais aliviado e vou terminar a Licenciatura e focar nas matérias dos editais anteriores. obrigado Alexandre pelo esclarecimento.

    • Que bom que gostou, Adilson =)
      Desejamos muito sucesso em sua preparação e esperamos que nossos conteúdos contribuam para sua aprovação.
      Não deixe de acompanhar nossas próximas dicas!
      Abraços e bons estudos!!!

  • Olá, atualmente curso tecnólogo e estava pensando em ir pra economia. Fiquei na dúvida e então encontrei o blog, parabéns pelo texto. Porém ainda continuo indeciso, pretendo estudar pra Auditor Fiscal da Receita Federal, meu medo é: e se o edital mudar e não permitir tecnólogos? caso isso ocorra, terei perdido muito tempo. Quais as chances de isso ocorrer?

  • Olá, atualmente curso tecnólogo e estava pensando em ir pra economia. Fiquei na dúvida e então encontrei o blog, parabéns pelo texto. Porém ainda continuo indeciso, pretendo estudar pra Auditor Fiscal da Receita Federal, meu medo é: e se o edital mudar e não permitir tecnólogos? caso isso ocorra, terei perdido muito tempo. Quais as chances de isso ocorrer?

    • Matheus, no caso da receita federal a chance é nula, pq o edital nao pode restringir o q a lei do cargo diz, e esta diz q serve qq curso. Abs, Alex
  • para auditor fiscal com qualquer curso superior de duração de 2 anos consigo passar em um concurso já que eles exigem nível superior?

  • Excelente a forma que esse assunto foi explanado aqui. Parabéns pela objetividade!
    Estou exatamente nesse dilema. Meu sonho sempre foi ser fiscal da Receita, mas devido as circunstâncias da vida deixei três graduações pelo caminho, uma de Direito e duas de Administração Pública. Hoje, com 38 anos, exerço a função de Técnico Administrativo do MPRJ e estou buscando inspiração pra voltar a perseguir meu sonho, mas me sinto totalmente deslocada pelo tempo que estou afastada dos concursos.
    Tenho nível médio técnico em Contabilidade e trabalhei mais de 10 anos na área, então hj eu penso em fazer um Tecnólogo de Comércio Exterior para não sair totalmente da área fiscal. O que vc acha!? É uma boa estratégia!?

    • Vanessa,
      concordo com sua opção sim, mas faça isso logo.
      Abs, Alex
  • Bom dia,

    Pela explanação do assunto, parabenizo o Alexandre Meirelles pelas dicas e como alcançar melhorias na questão dos estudos para alcançar o objetivo. Na batalha dos concursos, só descanso quando sair meu nome no DOU. Um muito obrigada.
    Abraço, da Futura Auditora Fiscal da Receita Federal do Brasil.

    • Que legal, Alice!
      É isso aí, com muita determinação a vaga será sua ;)
      Agradecemos o seu comentário e não deixe de acompanhar nossas próximas dicas.
      Abraços e bons estudos!!!

  • Alexandre, eu tenho dúvidas se devo focar no ICMS SP (concurso dos sonhos) ou na Receita Federal, (com maiores chances de abertura), devido às matérias específicas terem grande diferença entre os dois. Agradeço se puder me ajudar.

    • Caroline,
      sugiro começar pelas matérias básicas dos dois e dps decidir conforme os boatos.
      Muito provavelmente a RFB virá antes de SP mesmo.
      Abs, Alex
    • Obrigado pelo comentário, Tatiane =)
      Ficamos felizes que tenha gostado!
      Desejamos muito sucesso em sua preparação e não deixe de acompanhar nossos próximos conteúdos aqui no blog e em nosso canal no Youtube ;)
      Abraços e bons estudos!!!

  • Olá Alexandre, tudo bem? Eu estou estudando para a área fiscal a cerca de um mês. Comecei com as básicas e minhas maiores dificuldade são os direitos. Sou formada em engenharia. Eu tenho disponibilidade de 37 horas por semana de estudo, você acredita que da tempo de chegar brigando no concurso da Receita? Sei que ainda não há previsão de data para o concurso, mas meu medo é ele sair logo e eu perder a chance por ter começado esse ano. E, como você disse, o próximo concurso poderia demorar mais 4 anos para sair. Obrigada!

    • Vicky, estude pensando que vai dar tempo, mas sem enrolar muito. Se não der tempo, haverá outros concursos na área pra vc fazer depois e seu estudo não será jogado fora. Abs, Alex
  • Olá Alexandre,
    Eu estou no quarto período em engenharia de produção (pública) e quero estudar para a área fiscal. Mas não dá para conciliar com a graduação. Acha melhor eu terminar este curso ou fazer um tecnologia em gestão de finanças com duração de 1,5 anos (por cortar matérias).

    • Xará, esta é uma decisao muito pessoal, não posso opinar por vc.
      Pelo q entendi, vc vai poupar um ano e meio.
      Acredito q mais pro final da engenharia vc vai ter mais tempo pra estudar, pq muita gente vai fazer estágio e vc nao vai precisar, entao poderá usar este tempo pra estudar pra concurso.
      No caso do tecnólogo, vc ganha um ano e meio e ainda vai poder estudar durante o curso pq ele é bem mais moleza.
      Se vc desistir de ser fiscal, muito melhor um diploma de engenheiro q um de tecnólogo.
      São prós e contras, pese tudo isso, converse com sua família e decida por um deles.
      Abs e boa sorte, Alex
  • Olá, Alexandre, tudo bem?

    E se pensando em uma preparação a longo prazo, considerando a area Fiscal e Controle. Qual seria a formação que abriria mais possibilidades nos concursos? Vi que recentemente foi aberto o TCE RS que exigiu formação em ADM, Economia ou Direito.

    Em um contexto em que se deseja estar apto para prestar o maior número de concursos possíveis (sem desviar da área Fiscal e Controle), qual seria a formação? Bacharel em Economia?

    Um grande abraço!

    • Rodrigo,
      acredito q administração seja mais fácil q os outros e abre todas as portas, mas tem q ver se são 4 ou 5 anos. Contabilidade daria mais base, claro.
      Abs, Alex
  • Obrigado, Alexandre! Ótima dica essa de não perder tempo com nova graduação. Valeu!

  • Formação pode ser qq uma mesmo, mas tenho observado que ficam dentro das vagas, dos certames mais concorridos, somente aqueles formados em instituições PÚBLICAS! Gostaria muito de ser convencido do contrário ... pois se minha conclusão estiver certa significa que eu estou objetivamente fora! rsrs

    • Colega, nao diria bem assim, mas regra geral quem fez instituição pública foi acostumado a estudar mais do que os das provadas, tanto antes de entrar quanto durante o curso. Eu disse "regra geral", pq é uma verdade mesmo, mas não absoluta. Mas tô cheio de fiscais em volta q fizeram faculdades particulares. Abs, Alex
    • Obrigado pelo comentário, Tiago!
      Continue acompanhando o blog e o canal.

Deixe uma resposta

Deseja se juntar a discussão?

Sinta-se livre para contribuir!


Liga da Aprovação

Alexandre Meirelles

Recent Posts

  • Como Estudar Para Concursos

Os 10 maiores obstáculos dos concursos fiscais

Os concursos públicos da área fiscal tem suas características e, entre elas, suas dificuldades. As…

17/05/2020
  • Como Estudar Para Concursos

Não consigo estudar! Há uma solução emergencial para essa situação?

Dedicar-se a passar em um concurso público significa deixar de lado alguns hábitos e se…

08/05/2020
  • Ciclo de Estudos
  • Como Estudar Para Concursos
  • Organização do Estudo

Plano de estudo para concurso público: aprenda como fazer

Fazer um concurso público exige muito estudo. Isso qualquer um que esteja se preparando para…

08/05/2020
  • Organização do Estudo

Como organizar um ambiente de estudo | GUIA completo

A organização na preparação para um concurso público é extremamente importante. Não só a organização…

08/05/2020
  • Análise de Cargos Públicos

Quais são os melhores concursos públicos do Brasil atualmente?

Hoje existem concursos públicos variados para diferentes escolaridades, áreas e cargos. Mas você já pensou…

08/05/2020
  • Organização do Estudo

Como se organizar para estudar para concurso público sem estresse

Pensar em como se organizar para estudar para concurso público pode ser muito estressante. Afinal,…

08/05/2020